Então, eu faço 23

Há alguns meses eu  falei em um post (sobre uma amostra de inferno astral que já estava acontecendo desde setembro) que não sou muito fã de fazer aniversário. Dito isso, hoje, 17 de novembro de 2017, completo 23 anos de vida. Como em vários anos desde que eu consigo me lembrar, algo terrível aconteceu poucos dias antes da minha data. É por isso que, dentre outras coisas, eu sempre me sinto estranha quando o mês de novembro começa e algum tipo de cronometro invisível dispara inciando uma espécie de contagem regressiva. Sempre me vem aquela sensação de “qual vai ser a bosta da vez?”. Já teve tio bebado ameaçando se matar, gente ficando muito doente, familiar de familiar falecendo e, a cereja maldita do bolo deste ano: minha avó encerrou sua existência na Terra, faleceu depois de três meses terríveis, há não mais do que 20 dias. Não consigo ficar animada para festejar, não consigo fazer planos, não consigo gostar de fazer aniversário. São muitos traumas, sempre perto da minha data. Mas eu vou. Já comprei até o look do diiiia, porque existem pessoas que querem comemorar 23 anos da minha vinda ao mundo. Tem gente que é feliz porque eu existo. Tem gente que gosta de festa e quer festejar comigo. E eu gosto dessa parte, de saber que essas pessoas existem. Mas acho que nunca vou deixar de ter esse sentimento estranho de premeditação, de esperar que algo dê errado na minha data ou perto dela. 
Desculpem o melodrama, mas é tudo verdade. 
Enfim.
Parabéns pra mim.
23 anos com carinha de 18 e disposição de 87.
Quem sabe daqui  um ano eu tenha coisas mais felizes para compartilhar. 

Meu nome é Gabriela, tenho 24 e sou jornalista. Trabalhei durante quatro anos grandes revistas das áreas de arquitetura e decoração e hoje sou freelance. Livros são a minha paixão e adoro falar sobre eles e tudo o que os envolve.

4 Comentários

    caroline sena

    17th nov 2017 - 18:15

    sinto muito pela a sua avó, deve ser uma barra 🙁
    e cara meus parabéns!

    Blog Entre Ver e Viver

    Gabriela Z. de Sanctis

    19th nov 2017 - 17:35

    É bem difícil, nós éramos muito próximas. Mas a vida segue, né não?

    Obrigada!! <3

    Lilian Moraes

    22nd nov 2017 - 07:42

    Que triste a sua vó, não consigo nem imaginar perdendo alguém querido.
    Mas Parabéns e comemora o aniversário sempre hein!

    Beijos
    http://orangelily.com.br/

    Mariana M.

    28th dez 2017 - 20:05

    Inferno astral existe se tu acredita… E eu super acredito. Infelizmente perder pessoas próximas é parte da vida, uma porcaria de uma parte mas parte. Espero que as coisas melhores e seu ano novo seja repleto de coisas boas! <3

Responder

Your email address will not be published. Required fields are marked *

SOBRE

Meu nome é Gabriela, tenho 24 e sou jornalista. Trabalhei durante quatro anos grandes revistas das áreas de arquitetura e decoração e hoje sou freelance. Livros são a minha paixão e adoro falar sobre eles e tudo o que os envolve. Boas leituras!

Curta a Fanpage no Facebook

Assine nossa newsletter!

* indicates required

lendo

Categorias

Arquivo

SIGA-NOS NO TWITTER

SIGA-NOS NO PINTEREST

ads

Siga-nos nas redes sociais

×